Notícias

  • 124.º aniversário da Restauração do Concelho de Ílhavo

    124.º aniversário da Restauração do Concelho de Ílhavo

    No dia 13 de janeiro, o Auditório do Centro de Religiosidade Marítima foi o ponto de encontro de todos aqueles que desejaram assinalar o 124.º aniversário da Restauração do Concelho de Ílhavo e homenagear os ilhavenses que entre 1895 e 1898 pelejaram pela reconquista da sua autonomia política e administrativa.

    Nesta cerimónia foi dado especial destaque ao mestre e construtor naval Manuel Maria Bolais Mónica pelo seu importante contributo para o desenvolvimento económico-social do município, enquanto representante de uma das empresas de referência da época, os Estaleiros Mónica.

    Na presença dos seus familiares foi lançada a edição especial da revista "Nossa Gente", feita uma intervenção sobre "Manuel Bolais Mónica e a religiosidade bacalhoeira", exibido o filme do bota-abaixo do navio São Jorge e apresentados documentos e artefactos pertencentes ao espólio dos Estaleiros Mónica.

    No final desta sessão evocativa, os presentes puderam ainda usufruir de uma visita guiada ao Centro de Religiosidade Marítima.

  • CDI: atendimento sem marcação prévia

    CDI: atendimento sem marcação prévia

    No seguimento da Resolução do Conselho de Ministros n.º 114-A/2021, de 20 de agosto, o Centro de Documentação de Ílhavo informa que o edifício CIEMar-Ílhavo já está a funcionar com atendimento sem marcação prévia.

    Devido às restrições impostas pelo surto pandémico de COVID-19, o atendimento presencial está sujeito ao cumprimento de algumas regras de higienização que se encontrarão afixadas na porta de entrada.

    Se, no entanto, desejar agendar previamente o serviço presencial, envie um e-mail para cdi@cm-ilhavo.pt ou ligue para 234 092 496.

    Ficamos à sua espera!


    Horário de atendimento: 9h30-12h00 e 14h00-16h30.

  • Projeto "Se esta rua fosse minha"

    Projeto "Se esta rua fosse minha"

    A Câmara Municipal de Ílhavo, através do Centro de Documentação de Ílhavo (CDI), deu início em 2018 a uma intensa pesquisa sobre a toponímia ilhavense, recolhendo histórias, curiosidades e mitos das ruas, becos, praças e pontes das freguesias do concelho.

    Com a designação de "Se esta rua fosse minha", este projeto apresenta como objetivos recolher, transformar e devolver informação sobre toponímia à comunidade, potenciando o reconhecimento do território e estimulando o sentimento de pertença.

    Colabore nesta iniciativa! Conte-nos as histórias, memórias e tradições da sua rua. Fale-nos das pessoas que nela viveram ou que lhe deram nome. Envie-nos fotografias e testemunhos.

    O seu contributo é fundamental! Ajude-nos a eternizar a sua rua!  

    Para mais informação, clique aqui.

Próximos Eventos